Umuarama – Durante todo o dia desta sexta-feira (19), o Núcleo Regional de Educação (NRE) de Umuarama em parceria com a Universidade Paranaense (Unipar), promoveu no câmpus sede da academia, um aperfeiçoamento para professores responsáveis pela área de educação especial, que abrange profissionais da sala de recursos multifuncionais e Matemática do NRE e da Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com a coordenadora de Educação Especial do Núcleo, Sandra Ednea de Lima Santos, a ideia de promover a ação instrutiva surgiu após um encontro em Cascavel promovido pela Secretaria Estadual de Educação (SEED), onde o professor Rubens Ferronato demonstrou material lúdico desenvolvido por ele para o ensino de um jovem cego. “O resultado dessa abordagem com o aluno, aplicado com resultados fantásticos a outros, nos fez trazer o professor até aqui para divulgar um pouco o seu trabalho com base no material multiplano”, comentou Ednea.

Multiplano

umuarama-2014-002Em 2000, o professor teve dificuldades com o ensino de matemática para um aluno cego. Diante deste conflito, o professor começou a improvisar formas para que o estudante pudesse aprender os conteúdos da disciplina de Cálculo Diferencial e Integral. “Os métodos convencionais não surtiam efeito diante da complexidade das interpretações gráficas propostas pela disciplina”, disse o docente.

Sentindo-se desafiado, o professor Rubens prometeu ao aluno que encontraria uma forma de fazer com que ele aprendesse a Matemática. E foramcom uma placa perfurada, alguns rebites e elásticos, obtidos em uma casa de materiais de construção, que o professor conseguiu concretizar sua promessa. “Hoje é possível compreender conteúdos da matemática como operações, equações, proporção, funções, gráficos de funções, trigonometria, geometria, estatística e muitos outros, com o multiplano pedagógico”, destacou o professor.

Reciclados

A partir da ideia, o professor fundou uma empresa que fornece materiais diversos baseados no multiplano e coma mesma proposta. Porém, mesmo já se tendo a disposição tal material no NRE e em outras instituições de ensino, o professor também, além de ensinar a utilizá-lo na palestra de ontem, explicou como o docente da área pode criar o multiplano a partir de materiais recicláveis. “Os professores estão bem interessados, gostando muito, e um dos focos do ensino é mostrar que o próprio professor pode criar esse material e, por que não,até mesmo aperfeiçoá-lo”, frisou a coordenadora.

Curioso

Pode até parecer um simples objeto quadrado de plástico com furos, porém somente no site da empresa pertencente ao professor(www.multiplano.com.br), é possível constatar o dinamismo do mecanismo, que por ser abrangente já está sendo utilizado no ensino de alunos com habilidades matemáticas aprimoradas. “No próximo dia 25 realizaremos a mesma palestra para professores da área das altas habilidades, que atendem os alunos com potencial em disciplinas específicas, como a Matemática”, conclui a coordenadora.

“O resultado dessa abordagem com o aluno, aplicado com resultados fantásticos a outros, nos fez trazer o professor até aqui para divulgar um pouco o seu trabalho com base no material multiplano”, Sandra Ednea de Lima Santos, coordenadora NRE.

Fonte: Umuarama 24 horas

Professores da educação especial conhecem método prático de ensino

Deixe uma resposta