Com os pinos em braille e hindu-arábico do Multiplano, as operações matemáticas que servem de alicerce para todos os outros cálculos – adição, subtração, multiplicação e divisão – são possíveis de serem efetivadas através do mesmo algoritmo que um aluno vidente normalmente utiliza no caderno, diferenciando-se apenas por ser mais concreto. Para tanto os pinos identificados são transcritos na mesma linha para formar o primeiro número, enquanto que o sinal da operação e o conjunto dos outros pinos que formam o segundo número são colocados numa linha abaixo. A operação em si, e seu resultado, é separada pelos elásticos, simulando exatamente da mesma forma os traços comumente feitos pelos alunos que enxergam para indicar a igualdade.

A seguir temos um exemplo de soma: o número “897” é adicionado ao “485”. Para efetuar essa adição, basta que sejam colocados os pinos correspondentes aos números da primeira parcela em uma linha (897) e, em uma linha abaixo, coloca-se o conjunto de pinos que forma a segunda parcela da conta (485), sempre respeitando a ordem de alinhamento: unidade abaixo de unidade, dezena com dezena, centena com centena, etc. Não é aconselhado colocar o “vai um”, adiciona-se o 7+5 e anota a resposta 12 embaixo, conforme a figura;

braille e hindu-arabico 001
Ao adicionar a dezena 9 + 8, acrescenta-se o 1; 9 + 8 + 1 = 18

braille e hindu-arabico 002
Soma: 897 + 485 = 1382

Para finalizar, basta que a soma seja efetuada colocando-se o resultado (1382) de forma alinhada e logo abaixo do elástico, que no caso simboliza o sinal de igual.
Na subtração, como pode ocorrer de os números do subtraendo serem menores do que os do minuendo e, por isso mesmo haver necessidade de fazer a transformação (empréstimo), faz-se necessário que haja dois furos livres entre as posições decimais, afim de facilitar o deslocamento das quantidades de uma unidade maior para uma menor. A seguir tem-se a subtração de “689” em “847” onde, como a unidade “7” do subtraendo não foi suficiente para que fossem descontadas “9” unidades, foi adicionada a essa unidade uma dezena, deslocada do subtraendo, para daí sim o processo ser continuado, uma vez que de “17” é possível retirar “9”, restando “8” unidades. No alinhamento das dezenas dessa operação, o “empréstimo” novamente foi necessário: deslocou-se uma centena das “4” do subtraendo, formando “13” dezenas, possíveis de serem descontadas “8”, restando “5”. Na posição das centenas, subtraiu-se 6 centenas de 7, restando 1, findando a operação sem maiores problemas.

braille e hindu-arabico 003
Coloque os números separados por dois furos, para que seja possível realizar a trnasformação.

braille e hindu-arabico 004
Fazer toda a transformação antes de iniciar a subtração. Subtração: 847 – 689 = 158
Os exemplos de multiplicação e divisão seguem o mesmo algoritmo de uma operação feita por um vidente com auxílio de lápis ou caneta. Lembre-se de colocar o produto embaixo.

braille e hindu-arabico 005
Multiplicação: 639 x 5 =
O produto de 5 x 9 = 45 unidades é colocado embaixo e ao produto de 5 x 3 = 15, adicionamos o 4 e o resultado será 15 + 4 = 19 dezenas.

braille e hindu-arabico 006
Multiplicação: 639 x 5 = 3195

braille e hindu-arabico 007
Divisão do número 546 ÷ 4 =

braille e hindu-arabico 008
Divisão: 546 ÷ 4 = 136 e sobra resto 2.

Braille e hindu-arábico

Deixe uma resposta